Página 2 de 64

Nestlé e Hinode venceram, na terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Campeonato Paulista está bem perto de ser definido entre duas equipes da região Oeste este ano. O Nestlé/Osasco e o Hinode/Barueri venceram, na noite de terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata, contra o Bauru e o Pinheiros, respectivamente, e ficaram a um passo da final. Nos dois jogos, o placar foi de 3 sets a 1.

O duelo entre Osasco e Bauru, disputado no ginásio Panela de Pressão, no Interior paulista, teve parciais de 25/18, 23/25, 25/14 e  25/23. Com o resultado, o atual pentacampeão está a uma vitória da sexta final consecutiva. A partida marcou a estreia oficial da oposta Lorenne, maior pontuadora do time, com 16 acertos, e da central sérvia NadjaNinkovic.

Para carimbar seu passaporte para mais uma decisão estadual, a equipe precisa derrotar o adversário novamente, desta vez no José Liberatti, neste sábado, a partir das 9h30. Em caso de vitória do Bauru, as equipes disputam o Golden set, logo na sequência. Além de abrir 1 a 0 na semifinal, Osasco impôs a primeira derrota ao Bauru no Panela de Pressão no Campeonato Paulista em 2017.

“Foi uma vitória muito importante. Não é fácil ganhar aqui, onde a torcida empurra o time. Mas tivemos bons momentos, de jogo coletivo, e conseguimos a vantagem na semifinal. Agora é descansar e treinar para o jogo de sábado, em casa”, disse Spencer Lee, que comanda o time enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru.

Já o Barueri despachou o Pinheiros, atual vice-campeão,  com parciais de 25/9, 21/25, 27/25 e 26/24), jogando em casa. A equipe, comandada por Zé Roberto Guimarães, faz sua primeira participação no Paulista e agora depende de uma vitória no jogo da volta, que será realizado nesta sexta-feira, às 17h45, no ginásio do Pinheiros. O destaque da partida foi a ponteira Ednara, que marcou mais de um set inteiro, cravando 26 pontos. O elenco entrou em quadra com uma faixa de apoio ao Outubro Rosa, campanha de prevenção ao câncer de mama e colo de útero.

Nestlé e Hinode venceram, na terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Campeonato Paulista está bem perto de ser definido entre duas equipes da região Oeste este ano. O Nestlé/Osasco e o Hinode/Barueri venceram, na noite de terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata, contra o Bauru e o Pinheiros, respectivamente, e ficaram a um passo da final. Nos dois jogos, o placar foi de 3 sets a 1.

O duelo entre Osasco e Bauru, disputado no ginásio Panela de Pressão, no Interior paulista, teve parciais de 25/18, 23/25, 25/14 e  25/23. Com o resultado, o atual pentacampeão está a uma vitória da sexta final consecutiva. A partida marcou a estreia oficial da oposta Lorenne, maior pontuadora do time, com 16 acertos, e da central sérvia NadjaNinkovic.

Para carimbar seu passaporte para mais uma decisão estadual, a equipe precisa derrotar o adversário novamente, desta vez no José Liberatti, neste sábado, a partir das 9h30. Em caso de vitória do Bauru, as equipes disputam o Golden set, logo na sequência. Além de abrir 1 a 0 na semifinal, Osasco impôs a primeira derrota ao Bauru no Panela de Pressão no Campeonato Paulista em 2017.

“Foi uma vitória muito importante. Não é fácil ganhar aqui, onde a torcida empurra o time. Mas tivemos bons momentos, de jogo coletivo, e conseguimos a vantagem na semifinal. Agora é descansar e treinar para o jogo de sábado, em casa”, disse Spencer Lee, que comanda o time enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru.

Já o Barueri despachou o Pinheiros, atual vice-campeão,  com parciais de 25/9, 21/25, 27/25 e 26/24), jogando em casa. A equipe, comandada por Zé Roberto Guimarães, faz sua primeira participação no Paulista e agora depende de uma vitória no jogo da volta, que será realizado nesta sexta-feira, às 17h45, no ginásio do Pinheiros. O destaque da partida foi a ponteira Ednara, que marcou mais de um set inteiro, cravando 26 pontos. O elenco entrou em quadra com uma faixa de apoio ao Outubro Rosa, campanha de prevenção ao câncer de mama e colo de útero.

Nestlé e Hinode venceram, na terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Campeonato Paulista está bem perto de ser definido entre duas equipes da região Oeste este ano. O Nestlé/Osasco e o Hinode/Barueri venceram, na noite de terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata, contra o Bauru e o Pinheiros, respectivamente, e ficaram a um passo da final. Nos dois jogos, o placar foi de 3 sets a 1.

O duelo entre Osasco e Bauru, disputado no ginásio Panela de Pressão, no Interior paulista, teve parciais de 25/18, 23/25, 25/14 e  25/23. Com o resultado, o atual pentacampeão está a uma vitória da sexta final consecutiva. A partida marcou a estreia oficial da oposta Lorenne, maior pontuadora do time, com 16 acertos, e da central sérvia NadjaNinkovic.

Para carimbar seu passaporte para mais uma decisão estadual, a equipe precisa derrotar o adversário novamente, desta vez no José Liberatti, neste sábado, a partir das 9h30. Em caso de vitória do Bauru, as equipes disputam o Golden set, logo na sequência. Além de abrir 1 a 0 na semifinal, Osasco impôs a primeira derrota ao Bauru no Panela de Pressão no Campeonato Paulista em 2017.

“Foi uma vitória muito importante. Não é fácil ganhar aqui, onde a torcida empurra o time. Mas tivemos bons momentos, de jogo coletivo, e conseguimos a vantagem na semifinal. Agora é descansar e treinar para o jogo de sábado, em casa”, disse Spencer Lee, que comanda o time enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru.

Já o Barueri despachou o Pinheiros, atual vice-campeão,  com parciais de 25/9, 21/25, 27/25 e 26/24), jogando em casa. A equipe, comandada por Zé Roberto Guimarães, faz sua primeira participação no Paulista e agora depende de uma vitória no jogo da volta, que será realizado nesta sexta-feira, às 17h45, no ginásio do Pinheiros. O destaque da partida foi a ponteira Ednara, que marcou mais de um set inteiro, cravando 26 pontos. O elenco entrou em quadra com uma faixa de apoio ao Outubro Rosa, campanha de prevenção ao câncer de mama e colo de útero.

Nestlé e Hinode venceram, na terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Campeonato Paulista está bem perto de ser definido entre duas equipes da região Oeste este ano. O Nestlé/Osasco e o Hinode/Barueri venceram, na noite de terça-feira, a primeira partida da fase de mata-mata, contra o Bauru e o Pinheiros, respectivamente, e ficaram a um passo da final. Nos dois jogos, o placar foi de 3 sets a 1.

O duelo entre Osasco e Bauru, disputado no ginásio Panela de Pressão, no Interior paulista, teve parciais de 25/18, 23/25, 25/14 e  25/23. Com o resultado, o atual pentacampeão está a uma vitória da sexta final consecutiva. A partida marcou a estreia oficial da oposta Lorenne, maior pontuadora do time, com 16 acertos, e da central sérvia NadjaNinkovic.

Para carimbar seu passaporte para mais uma decisão estadual, a equipe precisa derrotar o adversário novamente, desta vez no José Liberatti, neste sábado, a partir das 9h30. Em caso de vitória do Bauru, as equipes disputam o Golden set, logo na sequência. Além de abrir 1 a 0 na semifinal, Osasco impôs a primeira derrota ao Bauru no Panela de Pressão no Campeonato Paulista em 2017.

“Foi uma vitória muito importante. Não é fácil ganhar aqui, onde a torcida empurra o time. Mas tivemos bons momentos, de jogo coletivo, e conseguimos a vantagem na semifinal. Agora é descansar e treinar para o jogo de sábado, em casa”, disse Spencer Lee, que comanda o time enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru.

Já o Barueri despachou o Pinheiros, atual vice-campeão,  com parciais de 25/9, 21/25, 27/25 e 26/24), jogando em casa. A equipe, comandada por Zé Roberto Guimarães, faz sua primeira participação no Paulista e agora depende de uma vitória no jogo da volta, que será realizado nesta sexta-feira, às 17h45, no ginásio do Pinheiros. O destaque da partida foi a ponteira Ednara, que marcou mais de um set inteiro, cravando 26 pontos. O elenco entrou em quadra com uma faixa de apoio ao Outubro Rosa, campanha de prevenção ao câncer de mama e colo de útero.

Esquece o que ficou para trás. Começa hoje em Bauru a temporada 2017/18 para Osasco.

Toda a primeira fase do estadual, alguns amistosos e torneios são passado. Nada disso conta.

Sério mesmo é a partir de agora.

Hoje o exigente torcedor de Osasco pode começar a cobrar. Pode e deve.

A semifinal contra Bauru é pra valer. O primeiro jogo acontecerá no complicado Panela de Pressão.

Osasco, como sempre acontece, jogará pressionado e como favorito.

Não só na semifinal.

A responsabilidade daqui em diante é toda do atual pentacampeão.

Osasco, arriscaria dizer, estará quase completo.

Algo me diz, apenas palpite, que essa ainda não será a cara do time para a Superliga. Mero palpite de quem está alguns anos na estrada.

Só que com o que tem atualmente, dá e sobra para vencer o paulista. Com um pé nas costas.

Esquece o que ficou para trás. Começa hoje em Bauru a temporada 2017/18 para Osasco.

Toda a primeira fase do estadual, alguns amistosos e torneios são passado. Nada disso conta.

Sério mesmo é a partir de agora.

Hoje o exigente torcedor de Osasco pode começar a cobrar. Pode e deve.

A semifinal contra Bauru é pra valer. O primeiro jogo acontecerá no complicado Panela de Pressão.

Osasco, como sempre acontece, jogará pressionado e como favorito.

Não só na semifinal.

A responsabilidade daqui em diante é toda do atual pentacampeão.

Osasco, arriscaria dizer, estará quase completo.

Algo me diz, apenas palpite, que essa ainda não será a cara do time para a Superliga. Mero palpite de quem está alguns anos na estrada.

Só que com o que tem atualmente, dá e sobra para vencer o paulista. Com um pé nas costas.

Página 2 de 64